Tema de Redação: Os impactos das Olimpíadas no Brasil

A partir da leitura dos textos motivadores a seguir, e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema “Os impactos dos Jogos Olímpicos no Brasil

Apresente uma proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Ao desenvolver o tema da redação, procure utilizar os conhecimentos adquiridos e as reflexões feitas ao longo de sua formação. Selecione, organize e relacione argumentos, fatos e opiniões, e elabore propostas para defender seu ponto de vista.

Leia também: Como fazer uma boa redação | Mais temas de redação

 Dica: Veja uma aula sobre coerência textual (grátis)

Texto base 1

Tema de Redação: Olimpíadas no Brasil

Charge de Ivan Cabral. Disponível em: http://www.ivancabral.com/2012_08_01_archive.html

Pratique também: Tema de redação: prevenção ao suicídio no Brasil

Texto base 2

Problemas que atrapalharam o primeiro dia da Rio 2016

Depois do sucesso da cerimônia de abertura na sexta-feira, o comitê organizador da Rio 2016 levou um balde de água de fria neste sábado com a sucessão de problemas que marcou o primeiro dia de competições no Parque Olímpico, na Barra.

Filas e problemas de abastecimento frustraram as milhares de pessoas que circularam pelo centro nervoso dos Jogos, ainda mais em um dia de inverno no Rio de Janeiro em que as temperaturas chegaram a 32º C.

“Pedimos desculpas às pessoas que estão esperando sob o sol. Obviamente precisamos melhorar neste departamento”, disse, em um comunicado oficial, o porta-voz da Rio 2016, Mário Andrada e Silva.

Entenda mais sobre os problemas do primeiro dia.

Filas

O público que comprou ingresso para o primeiro dia de competições no Parque Olímpico sofreu com uma longa espera em filas na entrada do complexo, por causa da checagem de segurança.

As filas, segundo relatos, chegaram a 1km de extensão e forçaram a segurança a abandonar temporariamente o uso das máquinas de raio-x em favor da revista corpora, o que reduziu a espera sensivelmente.

Mas não foi suficiente para que alguns torcedores conseguissem chegar a tempo dos eventos que queriam assistir.

Comida

Em diversas instalações olímpicas, houve problemas de abastecimento de comida, especialmente no Complexo de Deodoro, onde, a partir do início da tarde, as lanchonetes passaram a vender apenas bebidas.

Ônibus

O serviço de transporte integrado entre a Linha 4 do metrô e o ônibus BRT recebeu críticas de alguns espectadores pelas longas filas e a lotação das composições.

Informações

Torcedores reclamaram também de falta de informações, em especial os estrangeiros. Um dos maiores problemas foi a comunicação fora dos locais de competição, como as lanchonetes.

Segurança

Em Copacabana, quem estava próximo à linha de chegada da prova masculina de ciclismo de estrada levou um susto quando um esquadrão antibombas da polícia fez uma detonação controlada de um pacote suspeito.

A operação ocorreu atrás de uma das arquibancadas e mais de duas horas antes da chegada dos atletas, mas assustou espectadores e jornalistas no local – o estrondo foi ouvido durante a transmissão ao vivo da BBC para o Reino Unido.

Adaptado. Fonte: BBC Brasil. Disponível em: http://www.bbc.com/portuguese/brasil-37000379

Leia também: 11 citações para a redação

Texto base 3

Jogos Paralímpicos melhoram acessibilidade em aeroportos

Brasil vai receber, entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro, mais de 3 mil visitantes com necessidades de atendimento especial.

A menos de uma semana para o início dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, os aeroportos brasileiros, em especial o Galeão, no Rio de Janeiro, devem ter a prova de fogo da adaptação para receber atletas e outros Passageiros com Necessidade de Assistência Especial (PNAEs). Em 11 dias, aproximadamente 4 mil atletas paralímpicos de 90 países participarão do calendário de mais de 500 disputas por medalhas em 23 modalidades.

(…) Além disso, foram instituídas equipes especializadas na retirada de cadeiras de rodas dos porões da aeronave e ônibus adaptados com plataforma elevatória ou rampa de acesso; a adaptação da altura dos balcões das companhias aéreas e a identificação de cadeiras de rodas ou equipamentos de “ajuda técnica” – como bengalas, por exemplo – agora têm etiquetas com número do assento e nome do passageiro, para agilizar a entrega.

Acessibilidade

Entre as transformações e adaptações pelas quais o Rio de Janeiro passou, como sede dos Jogos, com foco nos idosos, crianças, pessoas com deficiência física ou motora, 59 bairros cariocas receberam calçadas com piso tátil, rotas acessíveis de transporte público e para pontos turísticos, de acordo com a Prefeitura.

Serão ofertados também serviços especiais de ônibus com estrutura para atender pessoas com deficiência nas quatro regiões olímpicas: Barra, Deodoro, Maracanã e Copacabana, com exceção apenas do Estádio Olímpico (Engenhão) e do Rio Centro.

Adaptado. Fonte: Portal Brasil. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/infraestrutura/2016/08/jogos-paralimpicos-melhoram-acessibilidade-em-aeroportos

Leia também: Os critérios da nota de redação do Enem