Muitas pessoas têm problemas de memorização que atrapalham os estudos. Se você tem dificuldade para lembrar o que lê, assiste ou estuda, ou sente que não consegue memorizar nada, saiba que não está sozinho. Listamos 12 técnicas para pessoas que querem estudar e lembrar de textos melhor e com mais rapidez.

Nós temos três tipos de memória: visual, auditiva e sinestésica. Talvez alguma delas seja mais desenvolvida em você. Por isso, existem diferentes ideias que você pode por em prática para otimizar o aprendizado.

Técnicas para fortalecer a memória

Antes de ler as dicas de memorização, avalie se você consegue se concentrar e leia as recomendações que listamos em outro artigo.

Leia mais:
Como ter motivação para estudar
Segunda Guerra Mundial | Resumo
Como fazer intercâmbio de graça no Ensino Médio?
Temas anteriores da redação do Enem

1. Ler mais de uma vez

De acordo com especialistas, na primeira vez em que você lê não há aprendizado. A memória precisa de repetição, então tenha paciência e sempre releia os textos.

Descubra a melhor maneira de ler novamente. Durante a leitura, tente recordar o que está escrito nas últimas frases. Explique para você mesmo em voz alta. Se não conseguir se lembrar, releia as últimas frases. Em seguida, fale em voz alta e sem consultar o texto. Releia quantas vezes precisar até se lembrar sozinho.

Releia o texto completamente por dias seguidos até conseguir explicar para você mesmo sem consultá-lo.

Veja também:
Como estudar online
10 aulas para começar a estudar para o Enem
Dicas para estudar inglês com filmes

2. Ensinar a um amigo

Todas as pessoas que conseguem ensinar bem dominam muito o assunto. Experimente explicar algo que você aprendeu para um amigo. Também converse sobre a matéria com alguém que sabe muito pouco sobre ela. Se você conseguir ser um “professor” desta pessoa, sua mente lembrará o assunto com maior facilidade no futuro.

 

3. Repetir o cálculo 3 vezes ao dia durante 4 dias

Para lembrar de fórmulas de Matemática, Física e Química, resolva questões com essas fórmulas de manhã, à tarde e à noite durante dias consecutivos. Alguns especialistas recomendam repetir por quatro dias seguidos. O mais importante é colocar a fórmula em prática até o dia em que você se lembrar dela facilmente. Leia também 8 dicas para aprender matemática e como dominar Física.

Lista para colocar em prática a técnica de memorização de fórmulas

 

4. Fazer e escutar gravações

Grave uma explicação para si próprio sobre um conteúdo. Escute a gravação em algum momento livre, como no ônibus. Sua memória auditiva será estimulada. Se você faz aulas presenciais, experimente gravar a explicação do professor e escutá-la depois.

Veja também:
Como fazer uma revisão dos estudos?
Tipos de textos: resumo

5. Não grifar

Ao fazer a leitura, não grife, sublinhe, nem faça anotações. Assim, você fará um esforço para se lembrar de toda a matéria sozinho. Além disso, irá prestar mais atenção ao texto, e essa concentração é importante para a criação da memória.

Leia mais: Como estudar para o Enem e o vestibular

 

6. Fazer resumos depois de entender o que estudou

Faça resumos ou fichamentos dos textos após a leitura, mas não durante. Esses textos que você escreve poderão ser consultados para lembrar de alguma informação rapidamente. Porém, a maior utilidade deles é fortalecer o seu aprendizado.

Ao fazer o resumo, procure se lembrar sem voltar a ler o texto. Se for necessário, releia o trecho, diga o que entendeu em voz alta, e escreva depois. Evite ler e escrever ao mesmo tempo, porque a atenção diminui.

 

7. Praticar sempre

A memória precisa ser exercitada para funcionar. Jogos de palavras cruzadas são uma forma de fortalecer a memória, porque necessitam de conhecimentos de áreas diversas. Outros jogos de perguntas e respostas também ajudam.

De forma mais objetiva, fazer exercícios e simulados é colocar em prática o que você aprendeu, desenvolvendo a memória. Uma vez que entendeu o conteúdo, resolver exercícios é menos chato do que reler os textos, necessita de menos paciência e pode ser mais eficaz para o aprendizado.

Fazer simulados do Enem gratuitos 

 

8. Assistir a filmes e vídeos sobre o assunto

Com certeza, existem vídeos sobre o assunto que você está estudando. Pesquise videoaulas, vídeos de youtubers e filmes. Assista-os na hora dos estudos ou de lazer. Assim, sua memória terá mais uma ferramenta para fazer associações. Os filmes irão fortalecer a sua memória de uma forma divertida e fácil, mas estude também com uma plataforma específica ou com apostilas.

9. Organizar as suas anotações

Pense em formatos diferentes para organizar os seus aprendizados. Já pensou em escrever uma história em quadrinhos sobre um acontecimento histórico? E sobre uma reação química?

Reserve um bloco de páginas ou um caderno para cada disciplina que você estuda. Antes de escrever um resumo, planeje mentalmente as informações que você irá escrever. O planejamento também exercita a memória.

Veja também: Como conciliar os estudos do Enem com o Ensino Médio

10. Fazer associações absurdas

As pessoas se recordam de acontecimentos absurdos com facilidade. Se você vir uma manifestação de Pikachus na rua, irá lembrar do local como a “rua dos Pikachus”. Podemos utilizar a criatividade para relacionar diversas ideias, a fim de memorizá-las.
Por exeTécnica de memorizaçãomplo, você sabe a diferença entre latitude e longitude? Latitude é a distância até a linha do Equador medida em graus. Um exemplo de associação absurda é entre “latitude” e “cachorro que late”, pois o cachorro late para frente, e a linha do Equador é representada por uma linha horizontal no mapa, “que segue para frente e para trás”.

 

11. Transformar conceitos abstratos em histórias

Quando precisar memorizar uma palavra difícil e abstrata, faça uma relação entre ela e uma palavra simples e concreta. Procure palavras que têm um sons parecidos e crie uma história para o conceito abstrato. Ou associe as iniciais dos substantivos com uma frase.

Alguns professores têm frases, músicas e poemas prontos para você decorar algumas matérias. Se elas não fizerem sentido para você, experimente criar a sua própria forma de associar o que aprendeu. Evite decorar! Fazer isso sem criar associações faz com que você esqueça rapidamente.

Leia mais: 11 dicas para manter o foco nos estudos online

 

12. Relacionar os conceitos com uma trajetória

Para lembrar de palavras em uma determinada ordem, utilize a técnica da trajetória. Imagine um caminho que você sempre faz: por exemplo, da porta de entrada de casa até o quarto. Relacione um animal, objeto ou pessoa que represente o conceito em cada ambiente da sua casa. Para facilitar, crie uma história para a relação entre estas coisas.

Por exemplo, para memorizar a periodização da história: Pré-História, Idade Antiga e Idade Média, relacionamos os ambientes da casa assim:

técnica para estudar melhor

Vale lembrar que esse tipo de associação depende de onde estão localizados os ambientes da sua casa, e dos caminhos que você faz no seu dia a dia.

 

Sabe o branco na hora da prova?

Esquecer algo no momento de tensão, como durante uma prova de vestibular, acontece por motivos como ansiedade, nervosismo, tensão e cansaço. Um dos nossos ex-alunos passou por isso, mas conseguiu superar e passou em Medicina uma federal.

Tente dormir cerca de oito horas por noite, tenha momentos de lazer e conheça todas as dicas para controlar a ansiedade antes da prova.

Agora que você já leu todas as dicas de memorização para estudar melhor, confira nossas outras recomendações de estudo.