A redação do Enem é sempre sobre um assunto atual, discutido pela mídia no ano do Exame, e que tem impacto na sociedade brasileira. Ler notícias, posts sobre atualidades e também conhecer alguns palpites para a prova deste ano pode ser útil para a redação e também para as questões de múltipla escolha. Pensando nisso, elegemos 15 possíveis temas de redação para o Enem 2017.

Procure se informar sobre as temáticas mais faladas neste ano, conhecer pontos de vista, argumentos e as implicações do assunto para os brasileiros. Como milhões de pessoas escrevem a redação do Enem, ela estimula a conscientização sobre assuntos importantes entre os participantes. É por isso que o tema deve ser uma problemática com impacto visível na sociedade brasileira.

Leia também: posts sobre atualidades.

Faça o cadastro para receber os possíveis temas da redação do Enem 2018 🙂











15 Possíveis temas de redação para o Enem 2017:

Os temas a seguir são a opinião da nossa equipe. Apesar do Geekie Games ser reconhecido pelo Ministério da Educação e ter sido a plataforma oficial de estudo para o Enem em 2016, não temos nenhuma informação privilegiada.

Se nenhum dos temas a seguir aparecer na redação, ainda serão úteis para as questões de atualidades e para se conscientizar sobre alguns problemas sociais do Brasil. 😉

1. Soluções para o combate da LGBTTfobia

possível tema de redação do Enem - combate à homofobia

Em média, uma pessoa LGBTT (gay, lésbica, bissexual, travesti ou transsexual) foi morta por dia em 2016. O assassinato por homotransfobia vem aumentando nos últimos anos. Mas muitos crimes não são registrados. Além disso, apenas 10% levam à abertura de processos judiciais. Frequentemente, as testemunhas não querem depor devido ao preconceito.

A região norte representa a maior porcentagem destes assassinatos em comparação com o número de habitantes.

Leia também: citações e ideias para a redação
Veja também: O que são minorias?

2. Inclusão social de moradores de rua

O número de moradores de rua triplicou em três anos nas capitais de São Paulo e Rio de Janeiro. Cerca de 100 mil pessoas moram nas ruas no Brasil, segundo uma pesquisa do Ipea divulgada pela BBC. Esse grupo aumenta em ritmo mais acelerado do que o crescimento populacional em São Paulo.

Existem diversos motivos para tal crescimento, como desemprego, problemas familiares, dependência química, e imigração. Procure entender o papel das prefeituras e as ações já executadas ao se informar sobre este tema. Há ONGs que visam a levar dignidade e possibilidade de empoderamento para moradores de rua.

Ver uma aula de argumentação

3. Soluções para o sistema carcerário

possível tema de redação - o sistema carcerário
Foto: Minuto Nordeste

O sistema carcerário está superlotado em todo o país. As condições de saneamento, alimentação e dormitórios são extremamente precárias.

Os presídios chegam a ter 70% mais pessoas do que a capacidade limite em muitos Estados. Na capital de São Paulo, por exemplo, não são inauguradas novas unidades desde 2009.

Mais do que punir, o sistema carcerário nasceu com o objetivo de trornar os infratores da lei úteis para a economia e obedientes à política. Será que é isso o que acontece atualmente? Ou será que muitos detentos se associam a facções nas prisões e permanecem no crime após cumprir a pena?

E qual é a sua opinião sobre a redução da maioridade penal? Conheça os posicionamentos sobre o tema no ebook.

4. Combate à poluição ambiental

possível tema de redação do Enem: poluição do ar atmosférico

A poluição é responsável por 1,7 milhões de mortes de crianças com menos de 5 anos de idade anualmente. Entre estas mortes, 570 mil são causadas por doenças respiratórias associadas à poluição do ar atmosférico.

No Brasil, infecções respiratórias são a maior causa de mortalidade infantil: 15,5% das mortes de crianças até 5 anos, segundo a BBC.

A poluição prejudica as crianças desde antes do nascimento, durante a gestação. Além disso, o ar poluído causa não só doenças respiratórias, mas aumenta o risco de doenças cardiovasculares e de câncer.

Um estudo feito nos Estados Unidos, de 2007 a 2015, demonstrou as melhorias para a saúde e a economia com o uso de fontes de energia limpas (solar e eólica). Veja o infográfico.

5. Depressão e medidas para prevenção ao suicídio

A depressão e o suicídio são problemas de saúde pública. Em 2017, eles foram muito discutidos. O lançamento do seriado 13 Reasons Why, cuja protagonista narrou o seu próprio suicídio, contribuiu para essa discussão. Ah, e você pode citá-la na redação, sabia?

Leia mais dados e pratique com o nossa tema de redação nesta página.

6. Sustentabilidade da sociedade com menos jovens e mais idosos

possível tema de redação do Enem - envelhecimento da populaçãotema de redação: envelhecimento da população

 

O Brasil está passando pelo envelhecimento populacional, o que requer adequações na infraestrutura de transporte, saúde e no sistema previdenciário.

A expectativa de vida dos brasileiros vem aumentando nos últimos anos. Os idosos representarão 33,7% da população em 2060, segundo uma projeção do IBGE. Em 2014, eles representavam apenas 13,7%. A previsão é que cada grupo com 100 indivíduos em idade economicamente ativa terá que sustentar 65,9 pessoas em 2060. Em 2013, essa razão de dependência era de 46.

Junto ao aumento de idosos, as mulheres e casais têm (e provavelmente terão) menos filhos. Em 2015, a taxa de fecundidade era de 1,72 filhos por mulher, sendo que 20% dos casais não tinham filhos. Assim, a sociedade envelhece.

A reforma da previdência foi muito discutida em 2017. Esse assunto, sozinho, é muito específico para um tema de redação. Mas o cenário do envelhecimento populacional é uma das nossas apostas. 😉

7. Avanços da tecnologia e prevenção do desemprego no Brasil

possível tema de redação: avanço da tecnologia e sustentabilidade do mercado de trabalho

Provavelmente várias profissões deixarão de existir e serão substituídas por máquinas nos próximos anos. Para Marshall Brain, um futurologista profissional, muitos robôs ocuparão cargos na indústria por volta de 2030. A previsão dele é que 50% da população economicamente ativa dos Estados Unidos estará desempregada em 2055 por causa da automatização dos processos.

As tarefas humanas repetitivas serão facilmente substituídas pelas máquinas. O diferencial do ser humano é a capacidade de interpretar e aprender de maneira mais complexa do que um robô. Como o analfabetismo funcional é uma realidade no Brasil, é possível que o país sofra uma onda de desemprego em massa com o avanço da tecnologia.

Somente 8% das pessoas que trabalham ou poderiam trabalhar conseguem compreender e se expressar através de palavras ou números no Brasil. O dado é do Indicador de Analfabetismo Funcional (IAF).

O avanço da tecnologia é inevitável. Então como fazer com que ela não ameace a força de trabalho humana, e ambas coexistam em harmonia?

Leia mais: Resumo sobre tipos de textos

8. O direito de acesso à internet

O acesso à internet é reconhecido como direito humano pela Organização das Nações Unidas (ONU). Mas ainda é muito restrito no Brasil, seja nas grandes metrópoles, ou nos municípios com menos recursos socioeconômicos. Apenas 58% utilizam a internet no país.

O documentário Freenet menciona o acesso à Web, a liberdade e a questão da autoria dos conteúdos online. Vale assistir para conhecer melhor o assunto. Assista ao trailer abaixo.

9. Desafios da integração de deficientes

possível tema de redação do Enem: inclusão de deficientes

Cerca de 24% dos brasileiros (45 milhões) são deficientes de algum tipo, sendo que 403 mil trabalham formalmente. Esse número cresceu nos últimos anos, com a lei de cotas nas empresas.

A maioria dos profissionais com deficiência enfrenta problemas no mercado de trabalho, como falta de oportunidade, salários baixos, ausência de plano de carreira e falta de acessibilidade. E 40% deles já sofreram bullying.

10. Mobilidade urbana sustentável

tema de redação: mobilidade urbana
Imagem: Folha de São Paulo

O transporte público é considerado o quarto maior problema das cidades, e não é aprovado por 12% da população, segundo pesquisa divulgada pela Exame. Ele fica atrás das questões da violência/segurança, saúde e desemprego.

O uso do combustível diesel pelos ônibus emite gases do efeito estufa e aumenta a poluição atmosférica. Em são Paulo, por exemplo, apenas 1% da frota de ônibus é movida por energia sustentável.

As startups que propõem soluções para a mobilidade urbana são as que mais crescem no Brasil.

Leia também: artigo sobre o papel da prefeitura para a mobilidade urbana.

11. Conceito de família no século XXI

possível tema de redação do Enem: novo conceito de família no século XXI
Protesto contra o casamento gay em Rondônia

Famílias podem ser formadas por pessoas com ou sem parentesco, e também por apenas uma pessoa. Em 2012, as famílias de casais do sexo oposto com filhos deixaram de representar a maior parte das residências: 49,9%.

O casamento gay (também chamado de igualitário e homoafetivo) cresce em ritmo mais acelerado do que o heterossexual. Entre 2014 e 2015 foram 51,7% mais uniões. Entre pessoas do sexo oposto, foram 2,7% mais casamentos. Apesar do crescimento significativo, o preconceito ainda é forte. Muitas pessoas são contra a adoção de crianças por casais homoafetivos (55% em 2011.)

12. A persistência da crise no sistema hídrico

possível tema de redação para o Enem: crise no sistema hídrico

A crise no sistema hídrico é assunto nos noticiários há alguns anos e afeta o país todo. Apesar disso, o Brasil detém 20% da água que existe no mundo, mas a maior parte deste recurso está concentrada na Amazônia. Existem diferentes motivos para a falta de água, como fatores ambientes, de gestão pública e privada e comportamentos individuais. Junto com isso, é possível pensar em diversas soluções para a crise.

A falta de água é acompanha pela ausência de saneamento básico e tratamento de esgoto nas regiões mais pobres. Por isso, surgem mais problemas de saúde.

13. Violência e “justiça com as próprias mãos”

possível tema de redação: justiça com as próprias mãos

O Estado é responsável por julgar criminosos e aplicar penalidades no Brasil. A falta de confiança nas instituições de poder está muito relacionada ao grande número de justiçamentos. Onde o Estado não é (ou aparenta ser) presente a violência aumenta. Casos de linchamentos e tentativas de “fazer justiça com as próprias mãos” (chamadas de justiçamentos) são frequentes no nosso país.

Segundo uma pesquisa feita pela FGV em 2013, e divulgada pelo Portal G1, a crença na polícia é apenas 31%. No poder judiciário, é 29%. Em 2017, alguns casos de linchamento e justiça com as próprias mãos foram noticiados. Mas como conscientizar e prevenir a ocorrência de crimes deste tipo?

14. Conscientização sobre a automedicação

possível tema de redação para o Enem: automedicação

Cerca de 70% dos brasileiros tomam remédios sem receitas. Essa prática pode causar problemas. Um dos principais é fazer a pessoa ignorar o sintoma de um problema de saúde mais grave. O uso inadequado de remédios também é capaz de levar à intoxicação e à formação de bactérias extremamente resistentes no corpo.

A lentidão do SUS e o preço elevado das consultas estimulam a automedicação. E muitas pessoas não consideram a avaliação do médico importante para o diagnóstico (18%). Além disso, a busca por doenças e medicamentos na internet é elevada. 9% acreditam que a pesquisa online é mais eficiente do que o atendimento médico. Os dados são de um estudo feito pelo Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade (ICTQ) divulgado pelo Portal G1.

15. Efeitos de mudanças no Ensino Médio

possível tema de redação para o Enem: reforma do ensino médio

O Ensino Médio brasileiro é avaliado com nota 3,7 (de 10) no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). Ao final da educação básica, o aprendizado de Matemática e Português é precário. 90% dos estudantes têm desempenho abaixo do ideal em Matemática e 78% em Português.

Cerca de metade dos brasileiros com 25 a 64 anos não concluíram o Ensino Médio, segundo a Época Negócios.

O número de horas estudas nas escolas do Brasil é baixo em comparação com outros países. Em 2017, foi aprovado o projeto para o novo modelo do Ensino Médio. Ele aumenta a carga horária nas escolas, mas também dá flexibilidade para organizar 40% do calendário de aulas.

Será que tal projeto vai melhorar o aprendizado no Ensino Médio? Você tem outras ideias para melhorar a educação básica? Quais serão os impactos da Base Nacional Curricular Comum? E de outras possíveis mudanças no Ensino Médio?

O que você achou sobre os possíveis temas de redação para o Enem 2017? Se tiver outro palpite, compartilhe nos comentários 😉