Sou Karine Cecília do Nascimento Souza. Tenho 19 anos, sou filha de um agricultor e dona de casa. Nasci em Santana do Mundaú (interior de Alagoas). Passei em Odontologia na Universidade Federal de Alagoas (UFAL). 

Terminei o Ensino Médio em janeiro de 2014. Em anos anteriores, já havia sido aprovada em outros cursos na mesma Universidade, mas nenhum havia me cativado. Estudei toda a vida em escola pública, mais especificamente na Escola Estadual Manoel de Matos (na minha terrinha).

Comecei a estudar para o Enem no 3° ano do Ensino Médio. O curso que eu almejava exigia uma nota mais alta, mas não desanimei e mantive o foco. Em 2016, minha média na prova do Enem ultrapassou 700 pontos, o que foi uma vitória para mim!!!

 

Como estudei para o Enem 🖥📚

Como estudar para passar na faculdade federal

No ano 2016, optei estudar por conta própria em casa, para poupar tempo e dinheiro (risos). Aí, pesquisando por formas de otimizar meus estudos, conheci o Programa Hora do Enem e, consequentemente, o Geekie Games.

Tive acesso à parte gratuita da plataforma. Explorei a aba ‘Outras aulas’ e usufruía de todo conteúdo que a plataforma me proporcionava. Além, claro, de resolver os simulados – muito fieis à metodologia aplicada no Enem.

A plataforma do Geekie Games me ajudou demais. A didática muito bem desenvolvida, a forma de como o assunto é aplicado ao aluno é, de fato, diferenciado. Era tudo o que eu procurava!

Eu acho que quando o aluno escuta e vê o assunto e, logo em seguida, vai para os exercícios, ele aprende de verdade! E a metodologia do Geekie foi feliz em poder elaborar isso tudo para nós.

E o que falar dos simulados?! Sinceramente, sem palavras! Poder chegar na prova do Enem e ver que o simulado do Geekie tinha cobrado o mesmo assunto foi uma extrema satisfação.

Portanto, só tenho que parabenizar a Geekie pela tão sublime plataforma e pela ajuda que deu a um tanto de gente humilde pelo Brasil a fora que não tinha condições de pagar um cursinho e encontrou no Geekie Games a oportunidade de entrar na Universidade. Muito obrigada!

Além do Geekie Games, utilizei videoaulas do Youtube EDU, de nomes como a maravilhosa Débora Aladim, por exemplo! 70% do que estudo, extraio da internet.

Mesmo com toda praticidade da internet, acho que o bom o velho livro tem que estar presente na vida de um vestibulando.

Ganhei livros/apostilas de amigos, comprei outras, fazia questões de simulados (muitas questões) e resolvi questões de Enem anteriores (inclusive no formato PPL).

 

Como foi o meu planejamento de estudo

Antes de fazer o Enem, eu havia procurado na internet uma lista com os assuntos que mais caiam na prova (baixe nessa página). Imprimi. A cada assunto estudado, eu marcava com um “x” na folha. Estudava em casa, mais ou menos de 6 a 7 horas por dia.assuntos que mais caem no Enem: a importância para passar em uma faculdade federal

Assim que assistia à videoaula de determinado assunto, corria para as questões. Para relembrar e checar o que eu realmente tinha absorvido, eu revisava toda matéria estudada no fim do mês.

Para tirar o estresse, fazia pequenas caminhadas no fim de semana e um bate-papo com amigos.

A importância dos simulados online

Fiz os 4 simulados ofertados pelo Geekie Games e por outras plataformas de ensino. Contei com os simulados oferecidos gratuitamente online.

Os simulados são um grande diferencial na vida do aluno. Eu, como estudante, percebi como a teoria estudada se aplica na prática. Dessa forma, a gente percebe quanto nosso coeficiente aumenta;

Obstáculos

Saber administrar o acessos às redes sociais, controlar o sono de manhã, enfrentar o barulho por ter criança morando com a gente, sofrer com a falta de grana para assinar os planos de estudos que a gente sabe que iriam otimizar o nosso aprendizado (no meu caso, o próprio Geekie Games PRO).

Queria ter resolvido todas as provas anteriores, mas não deu por falta de tempo. Pelo mesmo motivo, perdi muitas questões fáceis durante o Exame e determinados assuntos não foram estudados.

Ah, FísicaMatemática me tiram o sono…

Embora a vida de estudante seja corrida, isso não me atrapalhou a ponto de excluir minha vida social. Sempre tenho minha família perto de mim, a qual me dá base para não “pirar” nessa vida tão complicada e perfeitinha que é a de um estudante.

Leia também: Relações Internacionais – Tudo sobre o cursoResumo sobre Leis de Newton
Leia mais: É melhor eu fazer cursinho online ou presencial?

A escolha da faculdade federal

Como passar na faculdade federalSou apaixonada pela Odontologia desde criança. Adorava quando minha mãe me levava ao consultório… Aquele ambiente me encantava! Ver minha aprovação nesse curso lindo – e ainda mais na Universidade que eu queria – me torna uma pessoa realizada e em paz comigo mesma. Estou feliz! 😊

Quando fiz o Enem, já sabia que queria estudar na Federal do meu Estado. Optei pela UFAL porque, além de saber que eu iria ficar perto da minha família, a Universidade oferece vários caminhos de expandir a vida acadêmica (bolsas, intercâmbio, monitoria, projetos, extensões), além de ter um bom desempenho pelo ENADE.

Acredito que as universidades públicas, apesar de todas dificuldades, têm muito potencial e oferecem um ensino de qualidade à formação acadêmica do estudante, tornando-os profissionais mais bem preparados para o mercado. Por isso, não hesitei em enfrentar a concorrência do SISU.

Pelo PROUNI, ganhei uma bolsa de estudo em Odontologia de uma faculdade particular aqui do Estado (Unit). Colocando em uma “balança”, mais por questões profissionais, optei pela vaga que tinha conquistado no SISU. Nunca pensei em cursar algo pelo FIES, pois acho que deve ser chato optar pelo financiamento.

Leia também: Como se organizar para estudar para o Enem: uma história de sucesso

11 Dicas de estudo para passar em uma federal

como passar em uma faculdade federal: aprovada em odontologia

1. Faça metas realistas

Decida o que você quer alcançar e respeite seu tempo biológico de estudos. Não adianta passar mais de 10h estudando se a sua mente e o seu corpo não partilham a mesma sanidade.

 

2. Saiba que o estudo é progressivo

Comece com poucos minutos (lendo, assistindo a uma videoaula), mas com ritmo frequente. Com o passar do tempo, você verá que desenvolveu o hábito de estudar e esta tarefa não será mais uma tortura, mas sim algo prazeroso.

 

3. Escreva com suas próprias palavras

Escrever algo que o professor explica com nossas próprias palavras ajuda a fixar melhor o conteúdo.

 

4. Tenha uma rotina saudável

Pratique exercícios físicos, dê prioridade a um bom sono e coma muitas frutas.

 

5. Diversifique seu modo de estudar

Faça resumos, leia livros, assista a videoaulas, faça simulados, estude em grupo caso você goste e ache que funcione. No meu caso, não funcionava porque a galera se desconcentra demais e isso tirava a minha concentração, mas têm alunos que se dão super bem nesse método.

 

6. Converse com alguém sobre o assunto estudado

Explique aquele assunto pra um amigo, para sua mãe, ou mesmo para as paredes (risos) desde que você reproduza o que estudou. Você ouvirá com suas próprias palavras aquilo que estudou e isso vai ajudar a fixar a matéria.

 

7. Identifique suas dificuldades

Não estude o que gosta! Isso tende a deixar os estudantes mais relaxados. Priorize as matérias que você tem mais dificuldade, pois será isso que fará diferença no Exame.

 

8. Assista videoaulas do mesmo assunto com diferentes professores

O nível de conhecimento e informações obtidas aumenta bastante assim. Sempre faço isso quando tenho dúvida em algum assunto. Além de esclarecer minhas dúvidas, aprendo coisas novas.

 

9. Resolva provas do Enem dos anos anteriores

Isso é um diferencial para o estudante, porque ali é que temos uma base de como assunto é cobrado na realidade.

 

10. Não exclua sua vida social

Isso pode debilitar a boa saúde do ser humano.

 

11. E, claro, estudar pela plataforma do Geekie Games

Videoaulas com questões, textos, resumos, plano de estudos personalizado e muitos simulados fieis à didática do Enem!