Você já conferiu o gabarito da sua prova do Enem? Está inseguro e acha que foi mal? Aqui vamos mostrar possibilidades para ter calma, e talvez se sentir mais motivado se você for se preparar de novo para as provas. Se tiver alguma dica para ficar tranquilo, compartilha nos comentários. 😉

Não antecipe o sofrimento

O Enem termina em novembro. Mas os resultados oficiais saem apenas em janeiro do ano seguinte. Entre o final da prova e a divulgação dos resultados você não sabe se foi realmente mal no Exame, pois a sua nota final pode ser diferente do número de acertos.

Isso acontece por causa da Teoria da Resposta ao Item, a TRI, que tenta identificar as questões que um candidato “chutou” e melhora a sua média se você acertou as questões fáceis. Uma pessoa que acertou as questões difíceis e errou as fáceis não terá um resultado muito bom, porque a correção entenderá que ela “chutou”.

Já sei o resultado e eu fui mesmo mal no Enem. E agora?

Leia também:
Tudo o que você precisa saber sobre faculdade à distância

Parabéns por ter chegado até aqui

Excited Happy New Year GIF - Find & Share on GIPHY

Você sabia que 2 milhões de pessoas que se inscreveram para o Enem 2017 não foram no dia da prova? É isso mesmo! O Exame é desgastante e difícil. Você deve se orgulhar pelo esforço de ter ido ao local da prova – talvez não muito perto da sua casa – em dois fins de semana e dedicado algumas horas à leitura e à resolução das questões.

Pode ser que você tenha ficado nervoso, com medo, ou estressado antes, durante ou depois. No decorrer da prova viu questões que não sabia responder. Respirou fundo. Preencheu o gabarito. Entregou o cartão de respostas. Seria muito mais simples desistir no começo, mas você não fez isso. Admiramos a sua coragem!

Tudo bem ficar triste

Get Well Hug GIF - Find & Share on GIPHY

Se você já tem certeza de que não foi bem, saiba que ficar triste é natural. Não tenha vergonha de se sentir triste, nem de falar isso para os seus amigos. Como todos os momentos difíceis na vida, é melhor vivê-lo agora do que reviver a decepção e sofrer ainda mais no futuro.

Muitas coisas podem fazer a gente pensar que precisa estar feliz e obter sucesso sempre. Mas isso não é verdade. A vida é repleta de momentos bons e ruins, sendo que estes são bastante importantes para sabermos valorizar ainda mais as situações felizes quando elas surgirem.

Às vezes, as redes sociais provocam uma busca incessante pela felicidade. Nelas existem várias fotos de pessoas bonitas, supostamente alegres, atraentes e bem-sucedidas. Mas, muitas vezes, a realidade é muito diferente do que é registrado (há quem diga que o Instagram é a rede que mais ilude).

Não se compare com o que você vir nas redes sociais e fique um tempo sem entrar se perceber que está se sentindo mal por causa delas.

Não se compare com os outros

Existem pessoas que passam na faculdade em um curso concorrido com 17 anos. Mas comparar-se com elas (ou com qualquer pessoa aparentemente mais bem-sucedida) é uma tortura que você não merece.

Cada pessoa viveu experiências diferentes que podem ter permitido um preparo melhor para o Enem. Além disso, todos temos características próprias.

Não existe idade limite para começar uma faculdade

Amy Craton, aos 94 anos, terminou a faculdade
Amy Craton, aos 94 anos, concluiu o bacharelado na Universidade de Southern New Hampshire com nota máxima

Um, dois, três, ou 10 anos aparentam muito ou pouco tempo de acordo com a sua perspectiva. Geralmente ficamos ansiosos para conseguir a aprovação logo, mas não há problema nenhum se isso acontecer mais tarde.

Fique tranquilo se você têm 20, 30, 40 anos ou mais e está tentando passar em uma faculdade. Primeiro, você não está sozinho: mais de 30% das pessoas que se inscreverem para o Enem 2017 tinham entre 21 e 30 anos e mais de 13% estavam na faixa de 31 a 59 anos.

Segundo, se você acha que está ficando “velho” para começar uma faculdade, conheça esta senhora que terminou o bacharelado aos 94 anos. Ela tinha problemas de locomoção e fez um curso à distância. Considere que talvez não tenha sido fácil ela se acostumar a estudar pelo computador, mas ela se formou com nota máxima.

Fazer uma faculdade daqui a alguns anos é positivo, pois você terá mais experiência de vida e maturidade. Sempre é tempo de se preparar para o Exame Nacional do Ensino Médio. Lembre-se de não se comparar com os outros 😉.

Jamais pense que você é “burro”

Black Think About It GIF by Identity - Find & Share on GIPHY

Ao descobrir que não foi muito bem em uma prova, não deixe que ela – nem os seus amigos, professores ou familiares – façam você se sentir “burro”.

O Enem mede a sua resistência física e psicológica para responder dezenas de questões sobre assuntos do Ensino Médio. Ir mal não significa que você não é inteligente, apenas que não esteve tão preparado para a prova no momento em que ela aconteceu.

Ah, e você sabia que existem diversos tipos de inteligência? Quem falou isso foi uma equipe de pesquisadores da Universidade de Harvard representada por Howard Gardner na década de 1980.

Conheça os tipos de inteligência:

  • linguística: é expressada pela habilidade com as palavras e os idiomas
  • musical: é caracterizada pela aptidão para identificar e compor padrões musicais com relação ao ritmo e ao timbre
  • espacial: é identificada pela propensão para pensar em três dimensões, entender os objetos mesmo sem estímulos visuais e recriá-los
  • logicomatemática: é manifestada pelo talento para solucionar problemas matemáticos, e de outra natureza, por meio da lógica e do raciocínio metódico
  • corporal-cinestésica: é reconhecida pela habilidade para coordenar os movimentos do corpo
  • intrapessoal: é detectada pela habilidade de se autoconhecer e ter autocontrole, identificando crenças, vícios, causas de estresse e limites pessoais
  • interpessoal: é demonstrada pelo talento para compreender as intenções e ambições dos outros
  • naturalista: é identificada pela suscetibilidade para identificar objetos e fenômenos referentes à natureza
  • existencial: é evidenciada pela capacidade de ponderar sobre questões da existência
  • emocional: é a aptidão para identificar e expressar sentimentos. Esse termo foi explicado por diversos autores, mas não por Gardner

Anote os seus erros e aprenda com eles

fui mal no Enem - tirinha sobre aprender com os erros
Tirinha sobre a repetição de erros da Bichinhos de jardim

Refaça a prova do Enem 2017 e confira o gabarito. Faça isso em um local tranquilo e silencioso, onde você não se sinta estressado. Consulte o gabarito. Anote as questões que você errou e tente entender porque isso aconteceu. Foi falta de leitura com atenção? Era um conteúdo que você não sabia?

A vida nos ensina muitas coisas. Os momentos difíceis talvez sejam quando a gente mais aprende. Talvez os aprendizados sejam o lado positivo de toda situação árdua. Isso não quer dizer apenas aprender Matemática, Física, Química, Redação… ou aquele conteúdo que não sabia no Enem 2017. Aprender é também entender o que te deixou nervoso, como sofrer menos se isso acontecer de novo, como administrar o tempo e saber qual curso pode te agradar a nível de graduação, tecnólogo ou técnico.

Leia também: Como identificar minhas forças e fraquezas me ajudou a passar no vestibular

Será que você tem certeza do curso que deseja fazer?

Escolher um curso de ensino superior é uma decisão difícil. Você pesquisou bastante sobre o que é estudado nele? Conversou com universitários e pessoas no mercado de trabalho?

Talvez o curso que você tanto sonhou em fazer não seja o que realmente quer.

Aceite a não aprovação como um momento para se conhecer melhor, descobrir o que gosta e quais são as ações necessárias para conquistar os seus objetivos. Muitas vezes, apenas nos momentos difíceis, pensamos sobre as nossas atitudes e comportamentos. Deveríamos fazer isso com mais frequência.

Não tome decisões com base apenas no salário que você pesquisou. O mercado de trabalho muda muito rápido, então, até você se formar, aquela área pode não ser mais promissora. Dificilmente você ficaria satisfeito em um emprego sem ter um pouco de afinidade com a área e também não iria desempenhar bem as tarefas. Aí o salário não seria tão alto quanto você esperava.

Concluiu que realmente quer passar em um determinado curso? Ótimo! Agora você sabe que o seu esforço é para algo que vale a pena.

Lidando com a cobrança da família

Fotografia de mãos dadas
Foto: Família. Disponível no Pixabay

Dar uma notícia ruim para os seus pais e familiares talvez não seja fácil. Ninguém gosta de compartilhar algo ruim com outra pessoa, mas a sua família se preocupa com você e deseja o seu bem. Ela deve entender a sua situação desde que você seja sincero.

Se a sua família exige muito de você, provavelmente é porque ela espera que as melhores coisas aconteçam contigo e acredita que a prova que você fez é a oportunidade para entrar em uma faculdade.

As críticas que os seus parentes podem fazer ocorrem por causa da preocupação. Nesse momento você pode mostrar maturidade e falar que sabe qual é o seu objetivo e como atingi-lo. Este objetivo pode ser “descobrir o curso que pretendo fazer e estudar online os assuntos do Ensino Médio enquanto isso”. Não precisa ser um plano extremamente definido e imutável.

É importante ter uma postura que transmita confiança diante dessa cobrança dos parentes. Não brigue com eles.

Minha família não pode pagar os meus estudos

Existem opções para estudar online pagando pouco. Assim, você pode trabalhar e estudar para o Enem no seu tempo livre. Se você têm dúvidas, leia esta história de um rapaz que trabalhou de dia, estudou à noite e passou em Medicina com a ajuda do Geekie Games.

Leia também: É melhor fazer cursinho presencial ou online?

Como saber se passei no Enem?

Qual é a nota de corte?

Apesar de a gente falar em “passar no Enem”, nada acontece se você for mal na prova. Depois que souber o seu resultado no Enem use o simulador do Sisu. Ele é gratuito, mostra a chance de você passar em todos os cursos cadastrados e as notas de corte.

Pouco tempo depois dos resultados do exame saírem, você pode tentar uma vaga em um curso de graduação ou tecnólogo pelo Sisu, Prouni e/ou Fies, entre outras oportunidades (conheça cada uma nos links). As inscrições geralmente ficam abertas durante menos de uma semana.

Talvez você não tenha ido mal de verdade

Hope Please GIF - Find & Share on GIPHY

O Enem é uma prova difícil. Você acha que 450 pontos é uma nota baixa, média ou alta? Talvez ela pareça baixa, mas é o suficiente para tentar uma vaga entre as faculdades que utilizam o Enem como vestibular. 🙂

E, se a mensalidade for muito cara para você, é possível pagá-la após a sua formatura (através do Fies) e contar com bolsas de estudo.

Este é o caso das faculdades do grupo Wyden, que disponibilizam bolsas para quem estudou com o Geekie Games e tem convênio com o Fies. 😀

Qual é o seu conselho para quem foi mal no Enem? Conta nos comentários!