O grade curricular do Ensino Médio têm muitos conteúdos a serem estudados. Um planejamento de estudo e o autoconhecimento podem ajudar a atingir uma nota mais alta. Mas será que você sabe como se organizar para estudar para o Enem?

Em busca de inspiração, conversamos com a Lorena Ellen, que passou em Ciências Biológicas na UFPI no terceiro ano do Ensino Médio. Ela precisou se organizar para conciliar as responsabilidades da escola com os estudos para o Enem. Uma das coisas que a ajudou foi identificar os conteúdos em que tinha facilidade e se tornar ainda melhor neles.

No final da página, conheça também algumas metodologias de organização.

A história da Lorena Ellen 

como se organizar para estudar para o EnemLorena Ellen nasceu em Picos, no Piauí. Morou com sua família em Campo Grande, localizada a cerca de 2 horas de Picos, até 2016. Com 18 anos, voltou à Picos para estudar na Universidade Federal. A moça se surpreendeu com as notas altas e com a aprovação rápida.

Não achei que fosse passar de primeira [logo no terceiro ano]. Sempre achei que tivessem pessoas melhores do que eu, mas mesmo assim não perdi o otimismo.” 

Desde o Ensino Fundamental, gostou muito de ciências e de natureza. Com o tempo, apaixonou-se pela Biologia e descobriu que gostava de ensinar e aprender. Os professores da escola a inspiraram na escolha do curso de Ciências Biológicas. Ela considerou outras opções, e acredita que fez a escolha certa.

Leia também: técnicas de revisão

Como se organizar para estudar para o Enem?

Lorena não se considera uma pessoa organizada e nos contou que esquece as coisas com facilidade. Para ajudar, sempre escrevia o que precisava fazer em uma folha de papel, contou com o plano de estudos do Geekie Games e também montou um cronograma próprio de estudos.

Existem fortes limitações de tempo no terceiro ano do Ensino Médio. Elas são boas para definir horários específicos de estudo, o que ajuda a criar hábitos e torna a dedicação menos difícil. No caso da Lorena, a escola era à tarde. Então ela estudava de manhã e à noite para o Enem. Aos finais de semana, também se dedicava; por isso, deixou de sair com os amigos muitas vezes.

Para mim, não foi muito fácil estudar. Estudar já é difícil e, no terceiro ano do Ensino Médio, tem muita pressão para tentar saber o que vai fazer, se vai fazer faculdade, se vai trabalhar. Era difícil tentar ter uma dedicação ao máximo.

Identificando as facilidades e dificuldades

Uma grande dificuldade para Lorena foi descobrir o que tinha mais dificuldade e se aperfeiçoar no que tinha facilidade. Porém o mesmo desafio se tornou a chave para o sucesso da moça 🙂. Sua tática foi procurar evoluir ao máximo o que tinha mais facilidade.

“Para quem está estudando agora, a primeira coisa importante é ter calma. Você deve aperfeiçoar as matérias que tem mais facilidade, porque tem uma chance maior de tirar uma nota boa. Deve tentar melhorar nas matérias que tem dificuldade. Com dedicação e empenho, você consegue.”

A importância dos simulados do Enem

Os erros nas questões são importantes para se conhecer melhor, e ser capaz de ter um desempenho ainda melhor no Enem.

Os estudantes que piorarem a média nos simulados ao longo do ano não devem desanimar, nem desistir. Na última avaliação, Lorena tirou 558 pontos em média. Em um simulado anterior, fez 613 pontos.

Ao final da avaliação, os alunos podem ver quais questões erraram e acertaram, o gabarito e uma lista com o que mais precisam estudar.

Faça a pré-inscrição para o simulado grátis

Dicas para a escolha da profissão

Quando perguntamos se Lorena tinha algum conselho quem vai escolher o curso de Ensino Superior, ela disse que o ideal é decidir algo que tenha a ver com a sua personalidade e com o que gosta de fazer.

como se organizar para estudar para o Enem

Foto de Lorena Ellen

“Não adianta escolher o curso por dinheiro, ou por ascensão profissional, ou pela sua família, ou pelas outras pessoas.”

Como a Lorena está hoje?

No segundo semestre da graduação, ela gosta muito do curso e da faculdade que escolheu. “Às vezes, é muito difícil, porque tem que ter dedicação e estudar, mas é muito gratificante no fim”.

Lorena se mudou para estudar na universidade federal. Hoje vive com a avó e está muito satisfeita. Como já havia morado em Picos (cidade campus da UFPI), reencontrou pessoas queridas.

Leia também: 11 dicas para manter o foco nos estudos online

Métodos de organização ✍🏽✅

Não é fácil ter calma e seguir uma rotina de equilíbrio entre os estudos para o Enem com o terceiro ano do Ensino Médio, trabalho, faculdade, ou tarefas do dia a dia. Para quem está à procura de uma ajuda extra, alguns métodos de organização podem ser úteis.

Obs: a Lorena utilizou o plano de estudos do Geekie Games e um cronograma próprio.

Kanban

O Kanban é uma metodologia de trabalho rápido que foi criada pelo toyotismo na Terceira Revolução Industrial, em 1960. Ela pode ser adaptada e utilizada para estudar.

Para colocar em prática, é preciso dividir uma folha ou mural em quatro colunas. Se possível, use papeis recortados ou cartões para escrever cada uma das tarefas. Eles mudarão de coluna com o avanço dos seus estudos.

Na primeira coluna, escreva as tarefas que precisa fazer. Na segunda, o que está fazendo. Na terceira (opcional), coloque os conteúdos que já estudou na semana, mas está revisando. Na última, escreva o que já fez. Ter uma noção do que já foi estudado é útil para a organização e também para se motivar.

Pomodoro

Com a Técnica Pomodoro, o tempo é dividido em blocos de 25 minutos com intervalos. Para começar, basta ter um cronômetro, que pode ser o do celular, relógio ou um timer de cozinha. A cada 25 minutos, é feita uma pausa de três a cinco minutos. Depois, o cronômetro é reiniciado.

Após quatro pausas, a técnica original, criada por Francesco Cirillo nos anos 1980, recomenda um intervalo de 15 a 30 minutos de duração. Em seguida, o cronômetro deve ser reiniciado.

Enquanto você se dedicar a uma tarefa, é importante manter o foco apenas nela. Se você se distrair, tiver alguma ideia, ou vontade de fazer outra coisa que vai atrapalhar a sua atividade, anote-a e faça um esforço para não pensar naquilo até o cronômetro encerrar.

Bullet Journal

como se organizar para estudar para o Enem - bullet journal

Foto do bullet journal feito pela Sarah, autora do blog Illuminus

O bullet journal é uma agenda em que você organiza as tarefas que precisa fazer. Para colocar em prática, escreva uma lista de pendências para um cada dia da semana. Faça um quadrado à esquerda para assinalar se cumpriu ou não a pendência. Você também pode utilizar ícones para representar o tema da atividade ou a prioridade.

Mapas mentais

O mapa mental faz parte de um método de estudo que procura sintetizar um conteúdo complexo em um diagrama de conexões. Ele é útil para reforçar o que você estudou e fazer revisões de maneira organizada e ágil. Também ajuda bastante a conectar conteúdos interdisciplinares, ou seja, que envolvem mais de uma matéria.

A ideia básica é você dividir e categorizar o conteúdo em sub-temas dentro desse conteúdo principal. Depois, você ressalta visualmente as conexões entre esses sub-temas usando setas, círculos ou qualquer outra ilustração. O desafio aqui é sintetizar a ideia da maneira mais visual possível, ressaltando os sub-temas e suas conexões.