O lugar em que a gente estuda deve ser calmo, organizado, confortável e de fácil acesso. Isso parece óbvio? Pense de novo! É comum que, na hora em que aparece aquela prova importante, simplesmente nos joguemos na cama com o livro e o estojo e estudemos do jeito que dá.

Mas achar, dentro de casa, um bom espaço destinado apenas aos estudos é parte fundamental desse processo, podendo potencializar a forma com que você fixa os conteúdos da aula e, claro, ajudando a ir bem nos exames. Aqui, nós ensinamos a organizar esse local de forma simples e rápida, valorizando o seu conforto, mas também a sua eficiência. Veja:

 

1- Escolha o lugar certo

Procure na sua casa aquele espaço mais tranquilo, com uma boa fonte de luz. Pode ser o quarto, desde que você consiga encaixar uma mesa ou superfície plana qualquer que funcione como uma. Escolha uma cadeira confortável, mas não confortável demais, para evitar cair no sono.

Além disso, arrume um lugar que você possa usar apenas para estudar. Isso é importante para que, no momento em que você se sentar na cadeira, seu cérebro entenda que é hora de ativar o “modo concentrado” de funcionamento.

Leia também:
Tudo o que você precisa saber sobre faculdade à distância
10 aulas para começar a estudar para o Enem
Dicas para estudar para o Enem
Como prestar mais atenção nas aulas
Como fazer intercâmbio de graça no Ensino Médio?

2- Mantenha longe as distrações

O silêncio é fundamental. Coloque o celular no silencioso, para evitar dar aquela espiadinha nas redes sociais na hora que bater a preguiça. Além disso, pense em todas as coisas que podem ser prejudiciais para manter a concentração. Tem telefone por perto? A televisão está a uma distância que pode ser ouvida? Se não puder escolher um local sem essas fontes de distração, faça algum planejamento para evitar que elas o atrapalhem na hora dos estudos.

Por exemplo, uma opção para quem não consegue evitar o barulho é usar fones de ouvido com alguma música relaxante. Se você estuda também com o celular e o computador, a solução pode ser salvar os conteúdos que vai precisar e desligar a internet.

Leia também: Como se organizar para estudar para o Enem

3- Organize sua mesa

Na mesa de estudos, você deve manter tudo o que for importante ao alcance da mão. De cara, os essenciais são: livros, cadernos e textos (que devem estar empilhados organizadamente), estojo ou porta-lápis com os materiais básicos de estudo e, se possível, um calendário para ajudar na organização.

Se ainda há muitos outros objetos além desses, avalie se são realmente necessários. É importante que você mantenha sua mesa sempre limpa e organizada, deixando sempre acessíveis os itens de maior uso para evitar perder tempo e concentração procurando uma caneta ou aquela lista de exercícios que teima em sumir.

Leia também: 6 razões para ter um plano de estudos para o Enem

 

4- Deixe o espaço com a sua cara

É bem provável que você vá usar a sua mesa de estudos com frequência, então nada o impede de decorar com objetos que a alegrem ou sirvam de motivação. Valem fotos, pôsteres, recortes de jornais e qualquer outro material que o conforte e tranquilize.

Se precisar de incentivos, vale escrever seus objetivos em uma folha de papel e pendurar em algum lugar para onde possa olhar sempre. Outra tática é escrever os afazeres em forma de lista e ir marcando cada um com uma caneta colorida à medida que forem sendo cumpridos, o que dará uma dimensão maior do seu progresso.

 

5- Conforto é fundamental

Três coisas devem ser observadas em seu espaço de estudos: a cadeira, a luz e a posição da mesa. O ideal é que a luz não seja muito forte nem muito fraca, e que não atrapalhe a visão. Se for estudar à noite, tome cuidado para que, na posição em que você estiver, a luz da lâmpada não incida diretamente sobre o rosto e não provoque muitos reflexos.

Procure também uma cadeira confortável, que permita que os seus pés fiquem totalmente encostados no chão (evitando problemas de circulação nas pernas). Além disso, quem passa o dia sentado deve se preocupar bastante com a postura: cuidado para não deixar a coluna torta ou inclinada de um jeito não natural.

Confira também: Como fazer um intensivo de estudos

 

6- Deixe água e pequenos lanches à mão

Encha uma garrafa com água e a mantenha ao seu lado durante toda a sessão de estudos. A água alivia a ansiedade, oxigena e desperta o cérebro: pode usar e abusar. A comida também tem um papel fundamental: deixe um prato com pequenos lanches (saudáveis!) ao seu lado, como barra de cereais ou frutas, e vá comendo aos poucos. Eles ajudam a manter os níveis de açúcar regulados para o cérebro não ficar cansado ou com pouca energia, e você ainda evita perder sua concentração tendo que ficar indo à cozinha procurar algo para comer sempre que tiver fome.